• Chegada:
    Saída:
  • Pousada Sustentável

    Ações de Sustentabilidade na Pousada

    Primeira pousada sustentável em Canela: Pousada Encantos da Terra certificada em Gestão Sustentável na NBR 15.401

    A Pousada Encantos da Terra de Canela foi a primeira a receber o Certificado de Gestão Sustentável na NBR 15.401 no sul do Brasil e a quarta em todo o Brasil. Para conseguir esse feito, a direção da pousada em conjunto com a sua equipe de colaboradores, estruturaram um sistema de gestão baseado em ações de preservação ambiental, desenvolvimento sociocultural da região de Canela e Gramado e focado na qualidade dos seus serviços e produtos oferecidos aos hóspedes, tornado-a a primeira pousada sustentável em Canela.

    O resultado desse trabalho pode ser visto no nosso Relatório de Sustentabilidade e nos indicadores que utilizamos para registrar e acompanhar as nossas ações. Podemos citar como exemplo a redução de consumo de energia e água, investimentos para reduzir problemas sociais e ajudar eventos e a cultura locais a se manterem fortes e gerando renda e emprego na região e um índice de mais de 98 % de satisfação de nossos clientes.

    pousada sustentável - equipe

    Na foto, a equipe da Pousada Encantos da Terra, a primeira pousada sustentável em Canela.  (Crédito da foto: Diego Santos da Estratégia Comunicação).

    Essa conquista é mais uma demonstração da nossa dedicação aos nossos clientes, à preservação da natureza e ao desenvolvimento equilibrado de Canela, Gramado e região. Ser a primeira pousada sustentável em Canela e na região sul do Brasil é motivo de muita alegria para a nossa equipe.

     

    A Norma NBR 15.401

    "Muitas iniciativas têm se desenvolvido com o propósito de promover o turismo sustentável. Entre elas, o desenvolvimento de normas que estabeleçam os requisitos mínimos para o turismo sustentável, aliadas a mecanismos de certificação, tem se destacado como uma das tendências mais presentes no mercado internacional, despertando o maior engajamento das partes interessadas.

    A Norma NBR 15.401 estabelece requisitos para meios de hospedagem que possibilitem planejar e operar as suas atividades de acordo com os princípios estabelecidos para o turismo sustentável, tendo sido redigida de forma a aplicar-se a todos os tipos e portes de organizações e para adequar-se a diferentes condições geográficas, culturais e sociais, mas com atenção particular à realidade e à aplicabilidade às pequenas e médias empresas."

    pousada sustentável foto

    Primeira Pousada Sustentável do Sul do Brasil: A Sustentabilidade na Pousada Encantos da Terra

    Nossa equipe é muito comprometida com a sustentabilidade, adotando ações no seu dia a dia durante as atividades desenvolvidas na pousada. Ao escolher a Pousada Encantos da Terra, você estará estará se hospedando na primeira pousada sustentável do sul do Brasil, além de fazer uma escolha consciente, valorizando quem protege a natureza e ajuda na solução dos problemas sociais da nossa região.

    Principais ações de sustentabilidade adotadas pela 1a. pousada sustentável em Canela:

    O turismo deve reconhecer e respeitar o patrimônio histórico-cultural das regiões e localidades receptoras e ser planejado, implementado e gerenciado em harmonia com as tradições e valores culturais, colaborando para seu desenvolvimento.

    Política de Sustentabilidade da Pousada

    A Pousada Encantos da Terra tem como compromisso garantir a completa satisfação dos clientes, sócios, colaboradores, parceiros e da comunidade local, através da melhoria continua da qualidade dos produtos e serviços. Nossos princípios de gestão são pautados pela ética e respeito à legislação.

    Vídeo sobre a sustentabilidade na pousada em Canela

    Monitoramento do uso e da qualidade da água através de:

    Captação e utilização de água de chuva
    Conscientização de colaboradores e hóspedes
    Monitoramento de vazamentos
    Manutenção preventiva
    Regulagem de equipamentos
    Limpeza das caixas de água
    Acompanhamento da análise da água
    Monitoramento através de indicadores

    Monitoramento e ações para redução do uso de energia elétrica através de:

    Utilização de lâmpadas econômicas
    Aquisição de equipamentos com selo de eficiência Procel
    Instalação de timers para controlar funcionamento de equipamentos
    Desligamento de equipamentos
    Monitoramento através de indicadores
    Conscientização de colaboradores e hóspedes
    Utilização de sensores de presença
    Aquecimento Solar

    Redução e destinação adequada do lixo gerado através de:

    Prioridade para divulgação eletrônica (Internet com redução de papel)
    Reaproveitamento de papéis para rascunho
    Conscientização e apoio dos colaboradores e hóspedes
    Aquecimento Solar
    Adoção de embalagens retornáveis e maiores
    Doação de lixo reciclável
    Priorização de conserto de equipamentos
    Separação e destinação do lixo tóxico
    Separação, pesagem e destinação do lixo

    Outras ações importantes que visam reduzir impactos ambientais:

    Utilização de produtos biodegradáveis
    Ações de proteção à fauna e flora
    Apoio e organização de palestras de educação ambiental
    Priorização de fornecedores sustentáveis

    Ações voltadas para o desenvolvimento sócio-cultural da comunidade:

    Apoio a eventos e entidades da região
    Sócios e apoiadores de entidades promotoras do desenvolvimento local
    Divulgação de produtos e serviços da comunidade
    Boas Práticas em Alimentação
    Incentivo ao consumo de artesanato local
    Treinamento contínuo dos funcionários
    Promoção de eventos para a saúde da comunidade
    Prioridade para fornecedores e mão-de-obra locais

    A Norma NBR 15.401 foi concebida de acordo com os seguintes princípios de sustentabilidade:

    Garantir a qualidade dos produtos, processos e atitudes

    O turismo deve avaliar a satisfação do turista e verificar a adoção de padrões de higiene, segurança, informação, educação ambiental e atendimento estabelecidos, documentados, divulgados e reconhecidos.

    Estimular o desenvolvimento social e econômico dos destinos turísticos

    O turismo deve contribuir para o fortalecimento das economias locais, a qualificação das pessoas, a geração crescente de trabalho, emprego e renda e o fomento da capacidade local de desenvolver empreendimentos turísticos.

    Considerar o patrimônio cultural e valores locais

    O turismo deve reconhecer e respeitar o patrimônio histórico-cultural das regiões e localidades receptoras e ser planejado, implementado e gerenciado em harmonia com as tradições e valores culturais, colaborando para seu desenvolvimento.

    Respeitar a legislação vigente

    O turismo deve deve respeitar a legislação vigente em todos os níveis no país e as convenções internacionais de que o país é signatário.

    Estabelecer o planejamento e a gestão responsáveis

    O turismo deve estabelecer procedimentos éticos de negócio, visando engajar a responsabilidade social, econômica e ambiental de todos os integrantes da atividade, incrementando o comprometimento do seu pessoal, fornecedores e turistas, em assuntos de sustentabilidade, desde a elaboração de sua missão, objetivos, estratégias, metas, planos e processos de gestão.

    Conservar o ambiente natural e sua biodiversidade

    Em todas as fases de implantação e operação, o turismo deve adotar práticas de mínimo impacto sobre o ambiente natural, monitorando e mitigando efetivamente os impactos, de forma a contribuir para a manutenção das dinâmicas e processos naturais em seus aspectos paisagísticos, físicos e biológicos, considerando o contexto social e econômico existente.

    Garantir os direitos das populações locais

    O turismo deve buscar e promover mecanismos e ações de responsabilidade social, ambiental e de equidade econômica, inclusive a defesa dos direitos humanos e de uso da terra, mantendo ou ampliando, a médio e longo prazos, a dignidade dos trabalhadores e comunidades envolvidas.

    Fonte: ABNT NBR 15.401-2006

    "O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - Inmetro - é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, que atua como Secretaria Executiva do Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro), colegiado interministerial, que é o órgão normativo do Sistema Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Sinmetro).
    Objetivando integrar uma estrutura sistêmica articulada, o Sinmetro, o Conmetro e o Inmetro foram criados pela Lei 5.966, de 11 de dezembro de 1973, cabendo a este último substituir o então Instituto Nacional de Pesos e Medidas (INPM) e ampliar significativamente o seu raio de atuação a serviço da sociedade brasileira.
    No âmbito de sua ampla missão institucional, o Inmetro objetiva fortalecer as empresas nacionais, aumentando sua produtividade por meio da adoção de mecanismos destinados à melhoria da qualidade de produtos e serviços." Fonte: site oficial do Inmetro.
    O Inmetro é o órgão brasileiro responsável por definir (acreditar) quais empresas ou instituições nacionais terão capacidade e autorização para certificar as empresas e instituições nas várias Normas Brasileiras (NBR) e internacionais (ISO).

    "A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o órgão oficial brasileiro responsável pelo criação e administração das normas brasileiras, ou seja, é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB), dos Organismos de Normalização Setorial (ABNT/ONS) e das Comissões de Estudo Especiais Temporárias (ABNT/CEET), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros)". Fonte: NBR 15.401:2006.s.

    O SEBRAE é um agente de desenvolvimento mantido através de parcerias com os setores público e privado. Promove programas de capacitação, estímulo ao associativismo, desenvolvimento territorial e acesso a mercados e desenvolve trabalhos pela redução da carga tributária e da burocracia para facilitar a abertura de mercados e ampliação de acesso ao crédito, à tecnologia e à inovação das micro e pequenas empresas.
    O SEBRAE do Rio Grande do Sul foi nosso parceiro neste processo de certificação, tendo nos oferecido consultoria e recursos durante todo o processo. Nosso agradecimento a toda equipe do SEBRAE-RS, em especial ao consultor Trajano Arantes Oliveira da T&M Inovações Consultoria (http://tminov.blogspot.com.br/) que nos ajudou a alcançar essa conquista.

    Contato e Reservas







    Idioma »